Destaque Gastronomia Light & Diet

Alimentação saudável em restaurantes

Gente, sempre recebo releases de várias assessorias de imprensa… Dificilmente posto, mas achei esse tão criativo e interessante que resolvi compartilhar aqui no blog!   A 4Comunicação fez um mix de várias opções saudáveis pra a gente comer na rua sem sair da dieta! Acho que é de interesse público, né? hahahahha Vamos lá:


Variações de peixe, chás, pizzas e saladas são deliciosas opções para começar a ter uma alimentação mais balanceada

Os benefícios de se manter uma alimentação saudável vão além da estética. Consumir alimentos ricos em vitaminas, proteínas e com pouca gordura é fundamental para prevenir uma série de doenças, melhorar o funcionamento do organismo e garantir uma melhor qualidade de vida. Nem sempre é fácil de colocar a dieta em prática, pois muitas vezes nosso estilo de vida parece incompatível com um ritmo mais saudável. Porém, há uma série de novas possibilidades e alternativas para diminuir a quantidade de calorias ingeridas durante as refeições e enfim, melhorar nossos hábitos alimentares.

Uma opção que muitas pessoas têm feito é a substituição de carne vermelha por peixes e frutos do mar. Ricos em nutrientes como ômega3, proteína, vitaminas A, D e E, e da chamada ‘gordura boa’, eles têm o poder de fortalecer o sistema imunológico, contribuir para a redução dos níveis de colesterol, auxiliar na formação dos músculos, além de proteger contra doenças cardiovasculares. Mas, para aproveitar todos esses benefícios é preciso que os peixes sejam consumidos grelhados ou assados para evitar a fritura. Consumi-los crus, na forma de sashimis ou temakis, também pode ser uma boa alternativa, já que longe de altas temperaturas eles preservam a maioria dos nutrientes. Segundo Rayanne Costa, nutricionista das franquias KoniMix Temakeria, na culinária japonesa o melhor é investir em Sunomono (salada de pepinos temperados), além de temakis de atum, salmão, camarão e polvo. Nesses casos só tem uma restrição: “Para quem está em busca de pratos com poucas calorias, o ideal é apostar em opções sem cream chease”, indica.

Hawaii Salad -KoniMix Foto Thaís Carvalho (5) Roll Salmão - Foto Thaís CarvalhoTemaki Camarão da Villa - Foto Thaís Carvalho

Para quem quer começar a incluir os vegetais na hora das refeições, mas também preza por um gosto delicado e suave, escolher composições com aspargos é uma opção assertiva. De cor verde, rica em ácido fólico e com potencial diurético, a planta comestível pode ser consumida em várias versões, sem perder suas propriedades. No cardápio do Chiwake e Chicama, a iguaria aparece em alguns pratos, como, por exemplo, o Madre de Dios, no Chiwake, e o Tacna, no Chicama. No primeiro, o aspargo fresco vem misturado ao arroz de camarões e vieiras com lagosta puxada na manteiga de mostarda. Já o segundo, o vegetal, também fresco, vem por cima de um filé de peixe em salsa de ají amarillo, batata, ervilha torta e couve de bruxelas com batata.

Tacna _ Chicama chiwake-madre-de-dios-por-dante-barros1

Uma opção leve e fit são as saladas. No restaurante Beijupirá, localizado no Empório Gourmet Reserva do Paiva, elas ganham novo tempero e sabor, a exemplo das saladas “Da Sé” (lagosta perfumada, com rúcula) e “Do Convento” (Bacalhau com grão de bico, vinagrete e acelga). Quem não consegue resistir a massas também pode optar por receitas diferentes e menos calóricas de vez em quando, como é o caso das pizzas de legumes disponíveis no Pizza da Praça. O cardápio também traz a famosa receita italiana com recheio de Ricota com Brócolis, Rúcula com Tomate Seco, Champignons, além de Legumes variados (tomate, cebola, brócolis e palmito).

Salada Da Sé - Beijupirá Foto Thaís Carvalho

Para beber, um item muito saudável, sem dúvidas, é o chá. Benéfico para a saúde, pois vários tipos de plantas podem ajudar a diminuir o estresse, aumentar o metabolismo e auxiliar o sistema imunológico, a bebida pode ser encontrada em diferentes versões e sabores distintos. No Caffè Trieste, situado no Empório Gourmet Reserva do Paiva, por exemplo, o Chai (Masãlã Chi), bebida tradicional indiana, feita com leite quente vaporizado e especiarias, ganha destaque. Além desta versão, também é possível encontrar chás com aromas exóticos. Outra opção são os sucos de fruta. “A dica aqui é evitar os industrializados e procurar por frutas naturalmente doces, para evitar o consumo do açúcar”, finaliza Rayanne.

chai-reprodução

Achei arretada a matéria, vocês gostaram? 🙂

Sobre a blogueira

Cuca Amorim

Formada em design de moda, advogada não praticante, vivo de dieta, adoro preto e branco, azul e vermelho. Acho que simplicidade é a chave para a elegância, principalmente ao lidar com as pessoas. Sou perua de carteirinha, não saio sem maquiagem e o secador é a minha terceira mão. Uso esse espaço pra trocar experiências sobre o universo feminino, mostrando que para se vestir bem é preciso ter mais informação que dinheiro.