Destaque Sexo

A sexualidade presente na vida de todos

A sexualidade é algo inerente ao ser humano e está presente em todas as fases da vida, o que muda é a forma de encará-la e vivenciá-la. Cada idade tem suas próprias vivências, trazendo dúvidas e angústias. Acredito que a fase mais confusa da sexualidade seja a fase de transição entre a infância e adolescência, onde há a descoberta de um mundo novo, um corpo novo, experiências novas.

Na adolescência há muita contradição e vários conflitos internos, pois o jovem de 18-20 anos já se sente pronto para exercer plenamente sua sexualidade e por outro lado, ainda tem vários aspectos do seu lado infantil ainda presentes em sua personalidade. Como ele pode ser apto para dirigir, para votar e não pode chegar em casa na hora que deseja? Como pode fisiologicamente ser pai e ao mesmo tempo não o ser perante a sociedade?

adolescentes

A fase dos 20-30 anos é caracterizada pelas incertezas em relação ao futuro e a própria identidade e são bem comuns conceitos distorcidos sobre a sexualidade, como por exemplo a obrigatoriedade de uma vida sexual ativa, defendendo sempre a meta do sexo com o “orgasmo perfeito”, onde a sociedade traçou o homem como o sabe-tudo do sexo e a mulher com o dever de ter orgasmos, de preferência múltiplos.

Já na idade entre os 30-45 anos, a situação está mais estabilizada em relação a identidade e ao futuro, porém as dificuldades de sexualidade às vezes se tornam mais aparentes nesse contexto. Por que às vezes? Essa questão é bem relativa e varia bastante de casal para casal. Há casais que vivem em plena sintonia e com o tempo e o entrosamento a vida sexual só tende a melhorar e a fluir, pois há o conhecimento entre os corpos e as zonas erógenas, há resposta sexual e eles são totalmente compatíveis. Por outro lado, há casais que devido a diversos fatores, vão se distanciando e isso esfria a vida sexual, muitas vezes ocorrem casos de infidelidade. Nessa fase também ocorre muito o planejamento familiar e a gravidez

gravidez

Durante o período da gravidez, são vivenciadas mudanças no corpo da mulher, que invadem todo o psiquismo e interferem também em relação ao seu cônjuge ou parceiro. É um fenômeno biológico que promove intensas modificações, mas a sexualidade continua inserida nesse processo turbulento. São comuns crenças negativas em relação às mulheres grávidas, que são vistas como criaturas santificadas, mas é importante deixar claro que as gestantes são mulheres plenamente saudáveis para exercerem sua sexualidade e praticar o ato sexual.

Dos 45-60 anos, o corpo ainda apresenta certa vitalidade, mas há um declínio na capacidade reprodutiva, nessa fase é comum ter que lidar com exigências sociais em torno da sexualidade. O corpo muda e há reflexos das mudanças na forma de expressão e na atividade sexual. É importante saber lidar com essas mudança, lidar de forma positiva, de forma saudável.

herzen senioren

Apesar da sexualidade estar presente em todas as fases do ciclo de vida é importante dar atenção e ter cuidado nas atividades simples e corriqueiras do seu dia a dia, para não deixar que o relacionamento vire mesmice e caia na rotina. Lembrar que a sexualidade está presente no toque, em tudo que proporcione pequenos prazeres e não se resume apenas aos genitais. Tem que preservar as pequenas coisas, os pequenos mistérios. Em qualquer idade e em todo tipo de relacionamento, desperte aquele algo mais em que você gosta. Demonstrando carinho, interesse, cumplicidade, atenção e desejo.

Beijos e até a proxima

Duda Lopes  @dudalopes2

AnneMarie Lingerie

Sobre a blogueira

Duda Lopes

Maria Eduarda Bezerra de Mello Lopes, Empresária, proprietária da AnneMarie Lingerie. Graduada em Administração pela Universidade Católica de Pernambuco- UNICAP. Especialista em Marketing pela Universidade de Pernambuco- UPE e Especialista em Psicologia e Sexualidade pela Universidade de Araraquara- UNIARA.